Como funciona uma casa de repouso? Explicamos para você!

4 minutos para ler

É crescente o número de idosos em nosso país. Porém, devido à rotina atarefada que temos, é difícil dar a atenção necessária e oferecer os cuidados de que alguém da terceira idade precisa. Nesse contexto, muitas pessoas se perguntam como funciona uma casa de repouso.

Aliás, uma casa de repouso pode ser uma opção para a família, pois é um espaço no qual o idoso tem todo o amparo necessário para preservar o bem-estar e usufruir de uma rotina saudável, focada no tratamento médico.

Neste artigo, vamos explicar como funciona uma casa de repouso e sua diferença em relação a um residencial sênior, além de mostrar os principais benefícios oferecidos por este último. Veja!

Como funciona uma casa de repouso?

É um local de estadia permanente, mas também funciona como um espaço de reabilitação. Nesse ambiente, é oferecida assistência profissional 24 horas: há técnicos de enfermagem, cuidadores, fisioterapeutas e outros funcionários.

Entretanto, como dissemos, as casas de repouso geralmente priorizam idosos que já estão mais debilitados, o que as difere do conceito de um residencial sênior.

Qual é a diferença entre casa de repouso e residencial sênior?

A casa de repouso foca terapias ocupacionais e tratamento médico. Já o residencial sênior, além de oferecer assistência médica, promove atividades elaboradas e eventos sociais para que os idosos interajam entre si e criem laços de amizade.

O residencial sênior disponibiliza serviços personalizados para idosos que buscam mais autonomia em relação à própria rotina, o que vai além dos cuidados básicos. Nesses espaços, são oferecidas atividades físicas, sociais, cognitivas e de lazer, que beneficiam a saúde e o bem-estar.

O que é uma residência sênior?

Agora você sabe como funciona uma casa de repouso e a sua diferença para uma residência sênior. No entanto, de que forma definir esse último ambiente destinado aos idosos?

O residencial funciona como um apart-hotel de alto padrão para a terceira idade. Ele tem uma moderna infraestrutura, além de equipes especializadas em cuidados médicos ou relacionados ao bem-estar de maneira geral. Podemos dizer que se trata de um serviço de spa com o melhor atendimento possível.

Quais são os benefícios de um residencial?

São inúmeros os benefícios. Podemos citar alguns:

  • incentivo ao convívio social com outros idosos que moram ou passam uma temporada por lá;
  • momentos de lazer que proporcionam qualidade de vida;
  • atividades físicas que incentivam a coordenação motora e mantêm o cérebro ativo;
  • estrutura pensada para a independência dos residentes;
  • equipe especializada em cada área que o residente necessita;
  • retaguarda médica 24h por dia.

Além disso, o idoso pode seguir sua rotina como se morasse em um apart-hotel, ou seja, é permitido sair a qualquer momento e fazer atividades fora do residencial. Então, gostou desse conceito?

Proporcionar bem-estar e qualidade de vida ao nosso ente querido é o que mais desejamos, certo? Logo, um residencial para idosos é a solução mais indicada nos momentos em que a nossa rotina nos impede de oferecer todo o conforto do qual ele necessita.

Neste artigo, mostramos como funciona uma casa de repouso e apresentamos o conceito de residência sênior e seus benefícios. Esperamos ter contribuído para esclarecer suas dúvidas sobre ambos os espaços. Afinal de contas, seu familiar merece o melhor.

Que tal fazer com que essas informações alcancem mais pessoas do seu círculo? Compartilhe este conteúdo agora mesmo em suas redes sociais!

Você também pode gostar

Deixe um comentário

shares